Tipos de Câncer de Pele Benigno: conheça sobre

Você sabe os tipos de câncer de pele benigno? O câncer é uma doença que se manifesta muitas das vezes de forma silenciosa. Sendo assim, quanto maior o grau de instrução de uma pessoa e/ou a procura preventiva da medicina, as chances de descoberta e cura são enormes.

Um dos tipos de câncer de pele benigno que mais se manifestam em nosso país é o câncer de pele, sendo este responsável por cerca de 30% dos diagnósticos de doenças ligadas ao câncer. E, anualmente, o INCA – Instituto Nacional do Câncer -, tem registrado algo em torno de 180 mil novos casos.

Este tipo de câncer é um dos mais frequentes. E, sendo assim, quanto mais informações a população tiver, melhores são as chances de identificação e tratamento precoce, que pode salvar um número maior de vidas e até melhorar a qualidade de vida do paciente.

Mas você sabe identificar as lesões que são sintomas/sinais de câncer de pele? Caso você não saiba, preparamos este artigo para você saber identificar os tipos de câncer de pele benigno e maligno e, assim, ficar ligado caso você tenha sintomas ou algum parente/amigo e buscar ajuda médica.

Exame dermatológico câncer de pele
Exame dermatológico câncer de pele

Quais os tipos de câncer de pele benigno e maligno que existem?

Melanoma

Este tipo de câncer é o mais raro, no entanto, ele é em caso de incidência. Portanto, acaba por ser o mais agressivo/letal, sendo este considerado o câncer de pele maligno e/ou tumor maligno. O melanoma é um dos tipos de câncer de pele que atinge principalmente pessoas adultas de pele branca.

Como o próprio nome deixa bem claro, é o tipo de câncer de pele que surge nas células que produzem a melanina. Ou seja, aquela substância que é responsável por dar cor à pele. Seu principal problema é que ele pode atingir a área das mucosas, o que é um perigo. Contudo, representa algo em torno de 3% dos cânceres malignos.

Primeiramente, pode-se identificar esse tipo de câncer maligno de pele da seguinte forma:

  • Pintas;
  • Manchas;
  • Pequenos sinais.

O melanoma é o tipo de câncer de pele que mais aparece no corpo em locais onde a radiação solar é mais intensa, e ele é percebido principalmente na parte superficial da pele. Mas, se a pessoa procurar ajuda médica imediatamente, as chances de tratamento positivo são muito boas.

Caso este tipo de câncer de pele esteja em um estágio avançado e a lesão causada por ele esteja em um nível profundo, infelizmente ele pode causar metástase e se espalhar por outras partes do corpo para outros órgãos. Por isso, é muito importante a sua identificação imediata e o rápido início de tratamento.

Tipos de Câncer de Pele Benigno conheça sobre
Tipos de Câncer de Pele Benigno conheça sobre

Não melanoma

Os tipos de câncer de pele benigno são os não melanoma. Contudo, caso a pessoa procure diagnosticá-lo de forma precoce, as chances de cura são altíssimas! Sendo ela principalmente caracterizada por um carcinoma (existem dois tipos e vamos explicar mais abaixo no texto).

Carcinoma

Esse é um dos tipos de câncer de pele benigno de maior incidência, o qual é responsável por cerca de 85% de incidência dos tipos de câncer de pele. Sendo assim, como é o tipo mais frequente, ele se caracteriza por um crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele.

No entanto, esse tipo de câncer de pele é classificado em dois tipos, sendo eles:

Carcinoma basocelular

O carcinoma basocelular é o tipo mais comum e menos agressivo dos cânceres de pele existentes. Trata-se de um dos tipos de câncer de pele benigno e, portanto, a sua evolução é muito devagar e sua letalidade é baixa.

A principal característica desse tipo de câncer é uma espécie de borbulha avermelhada e brilhosa na pele e que, no seu centro, encontra-se uma crosta que dependendo pode sangrar com facilidade.

Esse tipo de câncer de pele surge na camada mais funda da epiderme, mais especificamente nas células basais e pode surgir nos seguintes locais principalmente:

  • Costas;
  • Couro cabeludo;
  • Ombros;
  • Orelha;
  • Pescoço;
  • Rosto.

Devido à exposição ao sol, o seu aparecimento está ligado a lesões não cancerígenas, como por exemplo a eczema e a psoríase.

Carcinoma Espinocelular

Esse é mais um dos tipos de câncer de pele benigno o qual se manifesta nas partes superiores das camadas da pele. A exemplo, pode-se citar as células escamosas, sendo estas as que formam a maior parte da pele.

Por isso, o carcinoma espinocelular se apresenta em cima de uma cicatriz ou ferida como uma queimadura. Ademais, sua cor é vermelha e pode sangrar em alguns momentos, e alguns dizem que ela pode ter aparência de uma verruga.

Esse tipo de câncer de pele normalmente ocorre mais nos homens, e sua gravidade é considerada altíssima, em especial nos casos de metástase. Fora isso, ele ocorre em regiões do corpo mais expostas a radiação solar, mas isso não exclui que ela possa aparecer em outras partes do corpo.

Características:

  • Alteração na pigmentação;
  • Enrugamento da pele;
  • Perda de elasticidade.

Esse é um dos tipos de câncer de pele benigno que se desenvolve principalmente em cicatrizes de pele ou feridas crônicas nos indivíduos que se expõem muito ao sol. Entretanto, com a presença de algum agente químico, pode ocorrer também em pessoas que usam determinados tipos de drogas que evitam rejeição de órgãos após transplantes.

Quais os fatores de risco para o desenvolvimento de câncer de pele?

Ninguém está excluído de ter câncer de pele, porém, ele é presente em maior incidência em alguns seres humanos dos seguintes grupos:

  • Pessoas com mais de 40 anos;
  • Pessoas de pele e olhos claros;
  • Albinos;
  • Pessoas com vitiligo;
  • Incidência prévia desse tipo câncer na família;
  • Pessoas que se expõem à radiação solar constantemente e de forma longa;
  • Pessoas com outro tipo de doenças de pele prévias.

Como fazer o diagnóstico de câncer de pele?

Caso alguém esteja com esses sintomas, recomendamos procurar um dermatologista, que é o médico profissional formado para essa especialidade. Sendo assim, este tipo de médico irá te encaminhar para exames, que podem ser dos seguintes tipos:

Biópsias: esse é o principal exame para confirmar o câncer de pele, ele é feito em um local especializado que, após a verificação, emite um laudo com o resultado.

Dermatoscopia: é o tipo de exame feito com um aparelho que permite ver as camadas da pele que o olho não consegue enxergar.

Outros tipos de exames: existem outros tipos de exames que o médico dermatologista pode pedir com a finalidade de saber a extensão do câncer, onde ele está localizado e qual será o melhor tratamento.

Como é feito o tratamento de câncer de pele?

Como foi dito anteriormente, são feitos alguns exames para saber qual é o tipo de câncer de pele e sua extensão. Com isso, o dermatologista irá verificar o melhor tipo de tratamento para o paciente. No entanto, na grande maioria das vezes, utiliza-se os seguintes tratamentos:

  • Imunoterapia;
  • Quimioterapia;
  • Radioterapia;
  • Uso de medicamentos orais.

Existem alguns tipos de câncer de pele benigno que podem ser tratados por meio de cirurgias, como por exemplo:

  • Cirurgia excisional: retira-se o tumor com um pedaço da pele ainda não cancerígena por meio de bisturi.
  • Criocirurgia: eliminam-se os tumores através de congelamento com nitrogênio líquido;
  • Laser: as células tumorais são retiradas por meio de laser;
  • PDT ou terapia fotodinâmica: aplica-se um agente fotossensibilizante em locais com luz intensa que destrói as células com tumor;
  • Curetagem e eletrodissecção: o tumor é raspado com cureta e com bisturi elétrico que destrói as células com câncer;
  • Cirurgia de mohs micrográfica: o tumor é retirado com cureta em um pedaço da pele.
Blog Especialista em câncer de pele Dr. Bones Jr.
Dr. Bones Junior

O Dr. Bones Jr. é graduado em Medicina pela Universidade Federal de Goiás e especializado em Dermatologia há mais de oito anos. Ele oferece atendimento e tratamentos humanizados, com técnicas de última geração, incluindo a especialização em Mohs, para proporcionar uma consulta dermatológica completa e eficaz.

Phone
WhatsApp