Câncer de pele nas costas: conheça os sintomas

O fato é que existem vários tipos, sendo um deles o câncer de pele nas costas, o qual não é muito conhecido. O câncer é uma doença que causa muito receio entre as pessoas. E isso ocorre, em sua maioria, devido a sua letalidade. 

O grande problema a respeito do câncer de pele nas costas é o fato de os seus sintomas serem bastante sutis. Por conta disso, na grande maioria das vezes, o problema tende a passar despercebido. E, como às vezes nem sequer causa dor, torna a situação ainda mais delicada.

Por conta disso, é essencial falar sobre esse assunto, com intuito de levar conscientização para todas as pessoas. Afinal de contas, ainda que seja uma doença que muitos temem, fato é que, quando há o diagnóstico precoce, as chances de cura são bem altas.

Portanto, se você quer saber mais a respeito do câncer de pele nas costas, bem como os seus respectivos sintomas, formas de tratamento e quais são os tipos, é só continuar nos próximos parágrafos. Nesse artigo, iremos falar sobre todos os detalhes! Confira.

O que é o câncer de pele nas costas?

Câncer de pele nas costas
Imagem ilustrativa criada por AI: Câncer de pele nas costas

De forma bem resumida, o câncer de pele nas costas nada mais é que um tipo de tumor que afeta o maior órgão humano: a pele. Inclusive, de todos os tipos, esse é o câncer mais comum no Brasil e em países afora.

Contudo, essa doença tem uma incidência maior em pessoas com mais de 40 anos. E isso se dá, principalmente, porque é um problema que tem ligação direta com a alta exposição solar. Ou seja, quanto mais tempo a pessoa se expõe ao sol, maiores são os riscos.

E esse é o motivo, por exemplo, do câncer de pele ser raro em crianças, uma vez que, devido a pouca idade, não tiveram tempo de se expor ao sol por longos períodos de tempo. Mas, ainda que esse seja o tipo mais comum de câncer, ele tem cura.

No entanto, para que a probabilidade de cura se torne mais alta, é essencial que o paciente obtenha o diagnóstico da doença o quanto antes. Sendo assim, todos devem ficar de olho em relação aos primeiros sintomas do câncer de pele nas costas.

Quais são os tipos de câncer de pele nas costas?

Há mais de um tipo de câncer de pele nas costas, os quais possuem diferentes tipos de letalidade e detém características um pouco mais específicas. Ademais, esse é um diagnóstico do qual o médico precisa fazer, a fim de indicar o tratamento mais adequado.

Então, os cinco tipos de câncer de pele nas costas, são:

Carcinoma basocelular

De todos os tipos de câncer de pele nas costas, esse é o mais frequente, mas também o menos grave. Estima-se que ele represente cerca de 95% de todos os casos. Como o próprio nome sugere, esse tipo de câncer surge nas células basais.

Estas, localizam-se nas camadas mais profundas da pele, as quais aparecem como uma mancha rosa brilhosa na pele, que tende a crescer de forma lenta. Inclusive, outra característica dessas lesões é o fato de apresentar uma crosta no centro da mancha, que pode sangrar.

Esse câncer de pele nas costas é mais comum em pessoas de pele clara, acima dos 40 anos. Ocorre devido a alta exposição solar e, por isso, é capaz de acometer outras partes do corpo, como:

  • Couro cabeludo;
  • Pescoço;
  • Orelha;
  • Nariz;
  • Rosto etc.

Carcinoma espinocelular

Esse é o segundo câncer de pele mais comum, o qual também é não-melanoma. Inclusive, tende a surgir nas camadas mais superficiais da pele e, por isso, também não possui um grau de letalidade alta. Embora mulheres de qualquer idade possam ter, é mais comum em homens.

Contudo, pessoas de pele, cabelo e olhos claros, por terem menos melanina, têm mais riscos de desenvolver o câncer de pele nas costas do tipo carcinoma espinocelular. Afinal de contas, é o pigmento da pele que protege contra a radiação.

Fora isso, esse tipo de câncer tende a aparecer em forma de caroço, o qual é avermelhado. No entanto, podem aparecer algumas lesões, as quais tendem a descamar e formam uma casquinha, que é bem parecida com uma verruga.

Carcinoma de Merkel

O câncer de pele nas costas desse tipo é o mais raro dos não-melanoma, sendo ele mais comum em pessoas mais velhas. Isso ocorre, também, em decorrência da exposição prolongada ao sol ao longo da vida das pessoas.

Por conta disso, pessoas mais velhas estão mais suscetíveis a esse problema. Contudo, aqueles que sofrem de um sistema imunológico fraco também têm chances de desenvolver essa doença.

Em relação aos seus sintomas, geralmente aparece um caroço indolor da cor da pele ou em tom vermelho-azulado. Pode acometer algumas partes, como o rosto, cabeça ou pescoço. Mas, o grande problema acerca desse tipo é o fato de se espalhar muito rápido.

Câncer de pele nas costas conheça os sintomas
Câncer de pele nas costas conheça os sintomas

Melanoma

Esse é o câncer de pele nas costas mais maligno e perigoso que existe. Na grande maioria das vezes, ele se parece com uma pintinha escura, mas que tende a se deformar ao longo do tempo. Por isso, é necessário ficar de olho em todas elas.

Os cuidados devem redobrar ainda mais, uma vez que esse tipo de câncer pode ser fatal, caso não haja identificação precoce. Afinal de contas, essa doença é capaz de se alastrar muito rápido para outros órgãos, como o pulmão, por exemplo.

O tipo de câncer de pele nas costas melanoma tende a surgir em áreas mais expostas ao sol. Por isso, além das costas, pode se desenvolver no rosto, ombro, couro cabeludo, orelhas e, em especial, em pessoas de pele muito clara.

Sarcomas de pele

Trata-se de outro tipo de câncer maligno, que tende a afetar as camadas mais profundas da nossa pele. É um câncer que pode surgir de forma espontânea, após algum trauma em uma cicatriz de cirurgia ou queimadura, por exemplo.

Isso acontece em decorrência da infecção do vírus herpes tipo 8 (HHV8) ou devido a alguma alteração genética. Mas, diferente dos outros, esse tipo de câncer é mais comum em jovens, mas também é capaz de acometer mulheres de qualquer idade.

Como sintoma, podemos citar uma mancha vermelha ou roxa na pele, que se assemelha a uma espinha, cicatriz ou apenas marcas de nascença. Contudo, quando a doença está mais avançada, pode formar feridas, sangramento e necrose na pele.

Carcinoma nas costas

Carcinoma nas costas é um tipo de câncer de pele que pode se desenvolver nas camadas mais profundas da pele, incluindo as células basais (carcinoma basocelular) ou as células escamosas (carcinoma espinocelular).

É relevante estar atento a sintomas como manchas, pintas ou lesões que coçam, ardem, descamam ou sangram, que podem indicar a presença de um carcinoma nas costas.

Quais são os sintomas do câncer de pele nas costas?

Sintomas do câncer de pele nas costas
Imagem ilustrativa criada por AI: Sintomas do câncer de pele nas costas

Isso vai variar de acordo com o tipo de câncer, uma vez que cada um deles apresentam algumas características mais específicas. Mas, no geral, costumam ser sintomas bem leves e que não causam dor, o que dificulta o diagnóstico.

Dentre os principais sintomas, podemos citar:

  • Manchas que coçam;
  • Manchas que ardem;
  • Pintas que descamam ou sangram;
  • Pintas que geram lesões;
  • Lesões que não cicatrizam em até quatro semanas.

Esses são os sintomas mais comuns do câncer de pele nas costas. Sendo assim, a qualquer sinal dessa doença, é essencial que você procure por um médico, a fim de que ele possa lhe oferecer um diagnóstico mais preciso e, assim, encaminhar para um tratamento adequado.

Caroço nas costas e perigoso

Um caroço nas costas pode ser sinal de diversas condições médicas, e nem todas são perigosas. Por exemplo, pode ser apenas um cisto sebáceo, que é uma bolha cheia de material oleoso que geralmente não é prejudicial à saúde.

No entanto, em alguns casos, um caroço nas costas pode ser sinal de algo mais sério, como um tumor ou um abscesso. É importante estar atento a outros sintomas que possam estar associados, como dor, vermelhidão ou febre.

Câncer nas costas tem cura

A possibilidade de cura do câncer nas costas depende do tipo e estágio do câncer, bem como da rapidez com que é diagnosticado e tratado. Em geral, o câncer de pele nas costas, especialmente o carcinoma basocelular e o carcinoma espinocelular, tem uma alta taxa de cura quando diagnosticado precocemente e tratado adequadamente.

O melanoma, um tipo mais agressivo de câncer de pele, pode ser mais difícil de tratar, mas ainda assim tem uma alta taxa de cura quando diagnosticado precocemente.

Ferida nas costas que não cicatriza

Uma ferida nas costas que não cicatriza pode ser um sinal de várias condições médicas, incluindo uma infecção, uma reação alérgica, uma úlcera de pressão ou um câncer de pele, como o melanoma.

O tratamento depende da causa subjacente e pode incluir medicamentos tópicos, antibióticos, curativos especiais ou cirurgia. Se uma ferida nas costas não cicatrizar, é recomendado buscar orientação médica o mais rápido possível.

Perguntas frequentes

Sintomas de câncer nas costas

Sintomas de câncer nas costas podem incluir manchas ou lesões que coçam, ardem, descamam ou sangram, pintas que mudam de cor, tamanho ou forma, feridas que não cicatrizam em até quatro semanas, caroços ou inchaços que aparecem na pele e não desaparecem, sensação de coceira, dor ou sensibilidade na região da lesão, alterações na textura da pele, como espessamento, rugosidade ou crostas, e perda de elasticidade na pele.

Dor nas costas pode ser câncer?

A dor nas costas não é normalmente um sintoma comum do câncer de pele nas costas. No entanto, se o câncer de pele nas costas estiver em estágio avançado ou se espalhar para os ossos ou outros tecidos próximos, pode causar dor nas costas. É importante estar atento a outros sintomas que possam estar associados, como manchas, feridas ou caroços que não cicatrizam, e informar o médico sobre a duração e características da dor nas costas. A dor nas costas pode ter várias outras causas, como lesões musculares, problemas de coluna vertebral, hérnias de disco, entre outras.

Referências

American Cancer Society: https://www.cancer.org/cancer/skin-cancer.html
Skin Cancer Foundation: https://www.skincancer.org/
Mayo Clinic: https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/skin-cancer/symptoms-causes/syc-20377605

Blog Especialista em câncer de pele Dr. Bones Jr.
Dr. Bones Junior

O Dr. Bones Jr. é graduado em Medicina pela Universidade Federal de Goiás e especializado em Dermatologia há mais de oito anos. Ele oferece atendimento e tratamentos humanizados, com técnicas de última geração, incluindo a especialização em Mohs, para proporcionar uma consulta dermatológica completa e eficaz.

Phone
WhatsApp
WhatsApp
Phone