Como identificar o câncer de pele?

Pintas e manchas são comuns na maioria das pessoas, principalmente naquelas que têm pele clara. O excesso de pintas pelo corpo, mesmo que sejam as normais, já é sinal de alerta. Outro fator importante para identificar o câncer de pele é observar pintas e manchas que surgem do nada, crescem em pouco tempo, possuem mais de uma cor, tonalidades muito escuras e mudam de forma e contorno. Caso surja alguma pinta com essas características, procure um dermatologista.

Como prevenir o câncer de pele?

A principal recomendação para a prevenção do câncer de pele é evitar a exposição excessiva ao sol e os cuidados devem ser redobrados nos horários que os raios solares são mais intensos (entre 10h e 16h). Para auxiliar na proteção é preciso usar óculos de sol com proteção UV, roupas que protegem o corpo, chapéus de abas largas e guarda-sol. Além disso, não esqueça de usar protetor solar com fator de proteção 30, no mínimo. Estudo comprovam que abaixo desse fator não há proteção efetiva para a pele. Aplique de duas em duas horas caso esteja em ambientes abertos.

A tecnologia também tem chegado às roupas: estão disponíveis no mercado roupas e acessórios com proteção UV, que reforçam a proteção contra os raios solares. Se não puder evitar a exposição, principalmente em torno do meio-dia, procure por áreas cobertas que forneçam sombra, para minimizar os efeitos da radiação solar. Não se esqueça do protetor labial!

Crianças também devem ser protegidas dos raios solares. Na infância, bebês e crianças estão mais suscetíveis aos efeitos danosos da radiação UV, que podem se manifestar na fase adulta.

Como identificar o câncer de pele
Como identificar o câncer de pele

Os principais sintomas do câncer de pele são:

  • Manchas pruriginosas (que coçam), descamativas ou que sangram:
  • Sinais ou pintas que mudam de tamanho, forma ou cor;
  • Feridas que não cicatrizam em 4 semanas.

O câncer de pele atinge principalmente as áreas do corpo que são mais expostas ao sol, como rosto, pescoço e orelhas. Muitas pessoas não aplicam protetor solar nas orelhas e na nuca, o que pode ocasionar, futuramente, o câncer de pele. Cubra todo o corpo com o protetor solar e reaplique de duas em duas horas, principalmente se estiver em contato com a água.

como identificar um câncer de pele
como identificar um câncer de pele

A prevenção é o melhor caminho para não sofrer os danos causados pelo câncer de pele. Com a destruição contínua da camada de ozônio, os raios solares chegam com mais força a cada ano. Estar preparado e consciente reduz bastante as chances de câncer de pele.

Se perceber algum desses sinais, procure rapidamente um dermatologista para confirmar diagnóstico e iniciar o tratamento. 

Blog Especialista em câncer de pele Dr. Bones Jr.
Dr. Bones Junior

O Dr. Bones Jr. é graduado em Medicina pela Universidade Federal de Goiás e especializado em Dermatologia há mais de oito anos. Ele oferece atendimento e tratamentos humanizados, com técnicas de última geração, incluindo a especialização em Mohs, para proporcionar uma consulta dermatológica completa e eficaz.

Phone
WhatsApp
WhatsApp
Phone