Câncer de pele pega? saiba se é mito ou verdade

Há aqueles que se perguntam se o câncer de pele pega. A população brasileira é muito hospitaleira e bem humorada no geral. Muitas pessoas ao longo do globo acham que os mesmos são bem instruídos no saber. Contudo, o que ocorre é que, no geral, há sérios problemas de interpretação funcional. Isso resulta em muitos problemas.

Muitas pessoas têm sérias dúvidas ou problemas de conhecimento acerca do mecanismo relacionado a como se pega câncer de pele. Sendo assim, há uma série de dogmas populares que cercam o tema, e que muitas das vezes são perigosos e causam problemas sociais para alguns indivíduos acometidos por essa doença.

Existe, em pessoas menos instruídas, a crença de que o câncer de pele pode ser transmitido. No entanto, isso não passa de uma fake science. E esse problema é causado por uma série de falhas estruturais ao longo das décadas na educação da sociedade brasileira.

Então, se você quer saber mais sobre o tema, bem como se pega câncer de pele, não deixe de conferir esse artigo!

Câncer de pele pega saiba se é mito ou verdade
Câncer de pele pega saiba se é mito ou verdade

O que é uma Fake Science?

Em resumo, fake science é uma explicação que parece ser científica, porém, não o é. Pesquisas recentes mostram grande ascensão desse tipo peculiar de desinformação. Afinal, ela se traveste de discurso científico convincente e até apresenta números (fictícios).

No caso do câncer de pele, há uma série de mitos defendidos por pessoas sem nenhum conhecimento científico. Muitos acham, por exemplo, que o câncer de pele pega com um simples contato direto, mas isso não é verdade!

Essa informação inverídica causa graves problemas aos indivíduos acometidos da doença e que residem em locais com a presença de tais crenças ou de nenhum conhecimento de causa.

Como se pega câncer de pele?

O câncer de pele é uma doença muito comum, provocada pelo crescimento anormal e descontrolado de células da pele. As formas mais comuns desse tipo de patologia são: carcinomas basocelulares e os carcinomas espinocelulares.

O mais raro de ocorrer é o do tipo melanoma, sendo esse o mais agressivo e letal. Porém, se diagnosticado cedo, suas chances de cura são de 90%. A principal causa desse tipo de doença é a exposição excessiva ao sol durante longos períodos.

Ou seja, é inverídico dizer que o câncer de pele pega. Na verdade, trata-se de uma doença que a pessoa pode adquirir devido à exposição excessiva ao sol.

Câncer de pele pega com contato físico?

Em geral, a resposta é: NÃO! Esse tipo de enfermidade não é transmissível de uma pessoa para outra. No entanto, existem alguns tipos de vírus oncogênicos (que podem causar infecção e tem relação direta com o desenvolvimento de câncer) que são transmitidos por contato sexual (pele com pele), através de transfusão ou por agulhas e seringas.

Infelizmente, em alguns locais do Brasil e mais especificamente em países da África, ocorre a disseminação de fake sciences, o que causa grandes problemas sociais e emocionais aos acometidos de câncer de pele. Afinal, ocorrem algumas ações de terceiros que prejudicam o convívio do indivíduo.

Esse tipo de informação deve ser combatida, visto que as únicas doenças de pele transmissíveis existentes são as provenientes de contato sexual. As pessoas acabam se afastando do convívio do indivíduo, deixando-o isolado e apartado emocionalmente de familiares e amigos.

Sabe-se que nesses momentos, a família e amigos são essenciais para uma melhora emocional do doente, pois isso ajuda na resposta do corpo para o tratamento de qualquer tipo de câncer. Sendo assim, não se afaste de uma pessoa acometida por essa enfermidade. Ajude-a sempre que puder!

Mitos sobre o câncer de pele

Mito 1 – Desenvolver um câncer de pele é castigo?

Não, pois sabemos que o mau uso do corpo principalmente com o tabagismo e consumo de álcool e uma alimentação irregular pode causar o câncer. E os maus cuidados da pele podem contribuir para o desenvolvimento.

Mito 2 – Se alguém na família teve câncer de pele, também vou ter?

No caso do câncer de pele existem alguns fatores que podem contribuir com o desenvolvimento. A exemplo, a pele clara têm mais chances de desenvolver melanoma. Pessoas claras com cabelo ruivo, louros, olhos azuis ou verdes e sardas podem facilmente ter um risco aumentado.

Então, ainda que você saiba como se pega câncer de pele, deve-se levar em consideração esses fatores. Dentro do contexto histórico familiar, normalmente cerca de 10% das pessoas que têm o diagnóstico de melanoma teve no passado algum familiar com histórico de apresentação da doença.

Mito 3 – Pessoas de pele com tons negros não correm risco de ter câncer de pele?

Mito! Qualquer tipo de pessoa pode ter câncer de pele, por isso, todos devem se proteger. O que se sabe é que a incidência em pessoas com esse tipo de pele é de baixo grau de incidência. Ainda sim, o uso de roupas com proteção UV e protetor solar se faz necessário.

Mito 4 – Desodorante antiperspirante e antitranspirante causa câncer de pele?

Não existem pesquisas ou estudos que demonstrem haver qualquer ligação entre as duas coisas.

Mito 5 – Um câncer de pele pode ser causado por trauma, como uma batida acidental?

O máximo que pode ocorrer é um trauma de laceração e pode formar machucado ou um caroço. Contudo, raramente ocorre algo e, se ocorrer, é benigno. Portanto, as chances são bem nulas.

Como prevenir o câncer de pele?

Agora que você já sabe que não é verdade que o câncer de pele pega, é interessante saber algumas formas de prevenir essa doença.

Existem alguns tipos de câncer de pele que se desenvolvem em locais onde não há incidência de radiação solar, e estes, a ciência não sabe ainda explicar as suas causas. Porém, há como prevenir cerca de 97% dos tipos de câncer de pele.

O primeiro deles é ensinar as crianças e adolescentes a fazerem uso de protetor solar desde cedo, como método educacional, para que as mesmas adquiram como hábito de vida. O segundo é procurar usar vestimentas com proteção contra raios UV.

O terceiro dos hábitos é sempre que for se expor à luz solar, procurar evitar os horários entre às 10 horas da manhã e às 16 horas da tarde. Pois, nesse horário, a incidência de raios solares maléficos é maior. A quarta dica é usar bonés e chapéus de aba longas.

A quinta dica é sempre que estiver em locais com incidência solar intensa, procurar locais e abrigos da luz solar. A sexta dica é procurar evitar usar câmaras ou procedimentos ligados ao bronzeamento artificial, pois os mesmos elevam e muito as chances de desenvolvimento de células anormais.

Enfim, siga estas dicas e previna-se, pois assim as chances de desenvolvimento e mortalidade do câncer de pele serão muito reduzidas.

Post Anterior: Exame Para Detectar Câncer De Pele: Saiba Qual É

 
Blog Especialista em câncer de pele Dr. Bones Jr.
Dr. Bones Junior

O Dr. Bones Jr. é graduado em Medicina pela Universidade Federal de Goiás e especializado em Dermatologia há mais de oito anos. Ele oferece atendimento e tratamentos humanizados, com técnicas de última geração, incluindo a especialização em Mohs, para proporcionar uma consulta dermatológica completa e eficaz.

Phone
WhatsApp
WhatsApp
Phone